Uncategorized

5 animações do Studio Ghibli que você deveria assistir

O Studio Ghibli é conhecido por suas excelentes animações bem características da cultura japonesa, e nós da Plataforma 42 separamos as cinco melhores!

 

01. A Viagem de Chihiro

É impossível não iniciar essa lista sem citar logo a obra prima reconhecida mundialmente do Studio Ghibli: A Viagem de Chihiro. Esse clássico conta a história de Chihiro, uma garota que, junto aos seus pais, entra em um parque de diversões aparentemente abandonado mas que demonstra-se mágico durante a noite. Criaturas fantásticas, um grande hotel onde se era necessário trabalhar para não sair dos padrões, e um amigo que ela não se lembrava mais. É uma mistura de fascinação por esse novo mundo juntamente com a angústia de encontrar seus pais e sair dali. Uma obra prima japonesa.

02. As Memórias de Marnie

As Memórias de Marnie é uma animação de linda fotografia, lindas cores, tudo muito atrativo em todos os aspectos. O enredo traz uma realidade nua e crua, sem mentirinhas, com crises familiares e de saúde, problemas para fazer amigos, e personagens de forte personalidade. Porém, já sendo um micro spoiler, Anna, a protagonista, que passa as férias no campo por conta de sua asma, faz uma amiga chamada Marnie que, estranhamente, só ela consegue enxergar, e é daí que uma história fantástica se desenrola. O final é chocante, da melhor maneira possível.

 

03. Ponyo – uma amizade que vem do mar

Ponyo é uma criatura mágica que vive sob as águas e tem um senso aventureiro muito forte. Ela, então, decide fugir para a terra (onde ganha pernas e formato humano) e acaba deparando-se com um garotinho com quem cria muita afinidade. O único problema é que seu pai, poderoso e sem muito senso de certo e errado, vai buscá-la e acaba pondo muito em risco. É uma história linda sobre amizade e adaptações, considerando a história de vida do próprio menino.

04. Castelo Animado

Um dos meus filmes favoritos do mundo, traz muita magia ao lidar com Sofie, que sofre uma maldição que a faz ter aparência de uma senhora de idade, proibindo-a de contar isso para qualquer pessoa. Ela conhece então Howl, que poderia ter o poder (ou conhecer quem o tenha) de transformá-la novamente em si mesma. Howl, por sua vez, tem seus próprios interesses, e a coloca para trabalhar em seu castelo, que nada mais é que um grande navio que locomove-se por todo canto. Há magia, mas também muito romance e aventura.

05. O Conto da Princesa Kaguya

Esse filme, logo que foi anunciado, em 2013, causou muita ansiedade por ser a releitura de um livro japonês muito famoso (que, diga-se de passagem, vivia em minha cabeceira na infância), e traz uma mágica história de um casal que encontrava uma pequenina menina (pequena a ponto de caber na palma de uma mão) que foi encontrada dentro de um bambu, como se tivesse nascido dele. Com o tempo, sendo criada como filha do casal, ficou maior e cada vez mais linda, atraindo a atenção de homens ricos e poderosos, que com ela queriam casar. O filme trata, na verdade, dos desafios que a chamada Princesa Kaguya propõe (impossíveis, mas que foram forjados em certos casos) para os rapazes que lhe propunham casamento, e as suas próprias decisões.

Vale citar que O Conto da Princesa Kaguya vai estar em exibição gratuitamente em São Paulo, no dia 19/07. Mais informações:

“O Conto da Princesa Kaguya”
Quando: 19/07 | 17h
Local: Centro Alberto. Rua Boa Vista com Rua São Bento.
Classificação: Livre
Sinopse: Baseada no conto popular japonês “O Corte do Bambu”. Kaguya foi um minúsculo bebê encontrado dentro de um bambu e sua beleza a fará protagonizar muitas aventuras.

 

Lua Sánchez
Estudante de pedagogia, apaixonada (ou alienada?) por tudo que envolva a Ásia e cinéfila incurável.
http://upendista.com